Black people use cryptocurrencies as "rising stars".

in Project HOPE23 days ago

This publication was also written in SPANISH and PORTUGUESE.

black01.jpg

Brandscovery

The digital currency market is becoming increasingly expansive and more "savage" in terms of competition with other markets (and even domestically, within a value competition against other cryptocurrencies). It is a path of no return, and although many people in their most skeptical conceptions on this subject are still resistant to this trend, the future of money (or the money of the future) is increasingly digital. This is a fact that in essence can no longer be denied and can't be neglected any more... In fact, it can still happen, but it is a mistake that these people will regret bitterly. Here in Brazil I already see this happening, but still on an almost invisible scale.

In addition to money as a currency function to get something or some service, the scenario and scope of cryptocurrencies are going much further than we can imagine and a very promising prospect is emerging in the United States, drawing a reality that can bring something very beneficial for the black American population that is allowing a change of vision in its concepts. Cryptocurrencies have been seen by a part (even if the total is small) of them, as a real chance to rise socially within a policy that is still highly derogatory and prejudiced against these suffering people and that deserves a "reparation" for so many injustices. over so many years.

According to a research made by Harris Poll, 30% of black American investors are more receptive to the idea of ​​investing in cryptocurrencies (and also in stocks), while the white population is restricted to 17%. In practice, whites (because they have better financial conditions) invest more than blacks in this market, but the potential for change is on the side that is socially oppressed. It is worth mentioning that Hispanics are also much more receptive than whites in this same segment. A change of scenery that I see as something very impactful (and promising) for a more just and equal future for all (although many people do not want this to maintain their hegemony of power).

black02.jpg

The New Yorker

Another aspect within this same research is related to the fact that the population of blacks has their access to information about entrepreneurship reduced in relation to the white people and within this scenario, the way out for them is to use the internet and social networks (with a highlight for the Clubhouse app) as the main tools to change your realities. In common, many of the groups that are created virtually bring their personal life stories to motivate other blacks to find motivations to move forward (and within this scenario, cryptocurrencies and blockchain technology are gaining more and more space).

Digital currencies, not just the "new money", are a tool to promote changes that will be crucial for many people and this example of the black American people has to serve as an example for other peoples who are still seen on the fringes of society. Money as we know it is changing to its essence (or at least having that fragmented essence) and an incredible future is coming to cause a real revolution in society, and also to change the plastered concepts of many people. Maybe I'm dreaming too big, but I really believe that cryptocurrencies will be able to help fix many things that are still extremely wrong in our society.


Los negros usan las criptomonedas como "estrellas en ascenso".

El mercado de divisas digitales se está volviendo cada vez más expansivo y más "salvaje" en términos de competencia con otros mercados (e incluso a nivel nacional, dentro de una competencia de valor contra otras criptomonedas). Es un camino sin retorno, y aunque muchas personas en sus concepciones más escépticas sobre este tema aún se resisten a esta tendencia, el futuro del dinero (o el dinero del futuro) es cada vez más digital. Este es un hecho que en esencia ya no se puede negar y no se puede descuidar más... De hecho, todavía puede suceder, pero es un error que estas personas lamentarán amargamente. Aquí en Brasil ya veo que esto está sucediendo, pero todavía en una escala casi invisible.

Además de la función del dinero como moneda para conseguir algo o algún servicio, el escenario y alcance de las criptomonedas van mucho más allá de lo que podemos imaginar y está surgiendo una perspectiva muy prometedora en Estados Unidos, dibujando una realidad que puede traer algo muy beneficioso para la población afroamericana que está permitiendo un cambio de visión en sus conceptos. Las criptomonedas han sido vistas por una parte (aunque el total sea pequeño) de ellas, como una oportunidad real de ascender socialmente dentro de una política que sigue siendo muy despectiva y prejuiciosa contra estas personas que sufren y que merece una "reparación" por tantas injusticias. durante tantos años.

Según una encuesta de Harris Poll, el 30% de los inversores negros estadounidenses son más receptivos a la idea de invertir en criptomonedas (y también en acciones), mientras que la población blanca está restringida al 17%. En la práctica, los blancos (porque tienen mejores condiciones financieras) invierten más que los negros en este mercado, pero el potencial de cambio está del lado socialmente oprimido. Cabe mencionar que los hispanos también son mucho más receptivos que los blancos en este mismo segmento. Un cambio de escenario que veo como algo muy impactante (y prometedor) para un futuro más justo e igualitario para todos (aunque mucha gente no quiere que esto mantenga su hegemonía de poder).

Otro aspecto dentro de esta misma investigación se relaciona con el hecho de que la población de negros tiene reducido su acceso a la información sobre emprendimiento en relación a los blancos y dentro de este escenario, la salida para ellos es utilizar internet y las redes sociales (con lo más destacado de la aplicación Clubhouse) como las principales herramientas para poder cambiar sus realidades. En común, muchos de los grupos que se crean virtualmente traen sus historias de vida personales para motivar a otros negros a encontrar motivaciones para seguir adelante (y dentro de este escenario, las criptomonedas y la tecnología blockchain están ganando cada vez más espacio).

Las monedas digitales, no solo el "nuevo dinero", son una herramienta para promover cambios que serán cruciales para muchas personas y este ejemplo del pueblo negro estadounidense debe servir como ejemplo para otros pueblos que todavía se ven al margen de la sociedad. . El dinero tal como lo conocemos está cambiando a su esencia (o al menos tiene esa esencia fragmentada) y un futuro increíble está llegando a causar una revolución real en la sociedad, y también a cambiar los conceptos enyesados ​​de muchas personas. Tal vez estoy soñando demasiado, pero realmente creo que las criptomonedas podrán ayudar a arreglar muchas cosas que todavía están extremadamente mal en nuestra sociedad.


Pessoas negras usam criptomoedas como "estrelas em ascensão".

O mercado das moedas digitais está se tornando cada vez mais expansivo e mais "selvagem" em termos de concorrência com outros mercados (e até internamente, dentro de uma competição de valor contra outras criptomoedas). É um caminho sem volta, e por mais que muitas pessoas em suas concepções mais céticas sobre esse assunto ainda sejam resistentes a essa tendência, o futuro do dinheiro (ou o dinheiro do futuro) é cada vez mais digital. Isso é um fato que em sua essência não pode mais ser negado e nem pode ser mais negligenciado... Aliás, isso ainda pode acontecer, mas é um erro do qual essas pessoas irão se arrepender amargamente. Aqui no Brasil eu já vejo isso acontecer, mas ainda em uma escala quase invisível.

Além do dinheiro como uma função de moeda para conseguir algo ou algum serviço, o cenário e a abrangência das criptomoedas estão indo muito mais além do que nós podemos imaginar e uma perspectiva muito promissora está surgindo nos Estados Unidos, desenhando uma realidade que pode trazer algo muito benéfico para a população negra americana que está se permitindo uma mudança de visão em seus conceitos. Criptomoedas tem sido vistas por uma parte (ainda que o total seja pequeno) deles, como uma verdadeira chance de ascender socialmente dentro de uma política que ainda é altamente depreciativa e preconceituosa contra esse povo tão sofrido e que merece uma "reparação" por tantas injustiças ao longo de tantos anos.

De acordo com uma pesquisa feita pela Harris Poll, 30% dos investidores negros americanos são mais receptivos a ideia de investir em criptomoedas (e também em ações), enquanto a população de brancos fica restrita aos 17%. Na prática, os brancos (por terem condições financeiras melhores) investem mais que os negros nesse mercado, mas o potencial da mudança está do lado que é socialmente oprimido. Vale ressaltar que os hispânicos também são muito mais receptivos que os brancos nesse mesmo segmento. Uma mudança de panorama que eu vejo como algo muito impactante (e promissor) para um futuro mais justo e igualitário para todos (ainda que muitas pessoas não queiram isso para manter sua hegemonia de poder).

Outro aspecto dentro dessa mesma pesquisa está relacionado com o fato de que a população de negros tem o seu acesso a informações sobre empreendedorismo diminuídas em relação ao povo branco e dentro desse cenário, a saída para eles é utilizar à internet e as redes sociais (com um destaque para o aplicativo Clubhouse) como principais ferramentas para conseguir mudar suas realidades. Em comum, muitos dos grupos que são criados virtualmente trazem suas histórias de vidas pessoas para motivar outros negros a encontrarem motivações para seguir adiante (e dentro desse cenário, as criptomoedas e a tecnologia blockchain estão ganhando cada vez mais espaço).

Moedas digitais não apenas o "novo dinheiro", são uma ferramenta para promover mudanças que serão cruciais para muitas pessoas e esse exemplo do povo negro americano tem que servir de exemplo para outros povos que ainda são vistos à margam da sociedade. O dinheiro como nós o conhecemos está mudando à sua essência (ou pelo menos tendo essa essência fragmentada) e um futuro incrível está chegando para causar uma verdadeira revolução na sociedade, e também para mudar os conceitos engessados de muitas pessoas. Talvez eu esteja sonhando muito alto, mas eu realmente acredito que as critpomoedas irão conseguir ajudar a consertar muitas coisas que ainda são extremamente erradas em nossa sociedade.

Sort:  

I think most times the black people are or see crypto as a better choice for investment much more than the white people

Hi dear firend @wiseagent

In practice, whites (because they have better financial conditions) invest more than blacks in this market, but the potential for change is on the side that is socially oppressed.

My friend, the racial issue is quite a delicate issue, I find it very interesting how you explain the fact that although the Afro-American population has more desire to invest, it is the whites who invest more.