Mensagem de fim de ano

in #ptlast year (edited)

Saudações steemers! Postarei minha mensagem de fim de ano por aqui. Sei que estou há muito tempo sem entrar, mas agora tudo está se normalizando e acalmando - me formei em Psicologia e muitos sabem das aventuras e desventuras em série de um universitário... mas bora lá! Próximo ano estarei mais ativo por aqui, na medida do possível. Desde já, um feliz ano novo!


Lá se vai mais um ano, mais uma década. Cada ensinamento e aprendizado mostrou a cada indivíduo os desafios a serem enfrentados e as novas possibilidades de viver em um mundo em constante transformação, principalmente aqui no Brasil, que muitos consideram como a década perdida, mas que, nesse último ano, mostrou que, apesar de todas as circunstâncias, há uma luz no fim do túnel, ainda há chance de re-construir o país que queremos para o futuro. Uma grande missão que foi dada não só ao capitão que está no comando com seus soldados, mas também a cada pessoa que habita essa pátria amada, tão sofrida. Tudo que foi vivenciado nessa última década serviu de inspiração e motivação para sermos seres humanos melhores, cientes do poder que a ação humana exerce sobre tudo e todos, tendo como objetivo final a satisfação de algum desejo do agente homem, como dizia Ludwig von Mises.

No meu caso, vivenciei esses últimos 10 anos da melhor maneira possível, aprendendo com cada mestre nos melhores e piores momentos. A todos aqueles com quem convivi na escola, na faculdade, no trabalho, nos estágios, fica minha gratidão por tudo aquilo que fora repassado. Comecei em um grande colégio e terminei graduado em uma universidade nota cinco, naquilo que estarei trabalhando nas próximas décadas, a Psicologia. Esses ambientes propiciaram espaços para que pudesse me desenvolver tanto pessoal quanto profissionalmente. Agradeço a cada professor, orientador de estágio, supervisor clínico, colegas de escola e de faculdade, que demonstraram que mar calmo nunca fez bom marinheiro e que foram responsáveis por construir a alteridade de cada turma. 2019 foi o último ano que pude vivenciar todas as emoções, desafios, correrias, enfim toda a dinâmica da vida de um estudante, que terá uma pausa, por enquanto, para respirar e prosseguir com essa eterna vida de aprendizados.

Acredito que esse último ano foi o mais intenso de todos, mais um que merecia todos os adjetivos. Começamos com uma liderança diferenciada lá em cima, encerrei a faculdade e me formei como Psicólogo, estagiei em um contexto que jamais pensei que iria passar e que já não consigo me ver sem trabalhar por lá – inclusive, obrigado ao Conviver por ter me acolhido esse ano, podendo conhecer na prática o rico e desafiante universo da saúde mental, as muitas estruturas e transtornos mentais, bem como o complexo mundo azul daqueles acometidos pelo Autismo. A cada dia, aprendo e cresço muito com cada realidade acometida pelas psicopatologias e as grandes possibilidades de se lidar com esses usuários-indivíduos para que possam ter seus sofrimentos amenizados em um grande espaço de convivência, atuando no cenário regional há quase 7 anos, deixando a vida um pouco melhor, a cada dia, para cada usuário e familiar cuidador.

E ainda pude participar de um retiro incrível, da missão das Aldeias de Vida, um facilitador de encontros com nosso ser, com o Outro e com Deus. Gratidão a todos que levam essa rica ideologia em suas veias, cada aldeeiro e aldeeira, que escolheu vivenciar intensamente um vida espiritual. Nos próximos anos, estarei mais ativo nos retiros, tendo o auxílio da Psicologia para trabalhar com todos aqueles desempenharão algum papel. Que o impressionante, infinito e ousado amor de Deus continue tocando ainda mais vossos corações para prosseguir nessa grande jornada.

Assim como esse ciclo que se encerra, mais um livro que está sendo finalizado, a vida é carregada de muitos outros lutos e fins que nos dão força e resiliência para tocar o barco apesar das circunstâncias e entender que tudo nesse mundo tem sua finitude. Falo da morte de minha avó, grande guerreira, de um colega de sala que interrompeu seus sonhos de maneira trágica, pessoas públicas como Boechat, Gugu, Niki Lauda, dentre outros que deixaram seus legados aqui na Terra e inspiraram muitas gerações a levar seus modos de viver para todos os lugares por onde passarem e no que forem realizar.

A década de 20 está batendo à porta, com os muitos desafios mencionados anteriormente. Que cada um exerça conscientemente sua potência política, sendo os principais atores da própria vida e da nação que mais almejam possuir e habitar, e àqueles que estão recém formados naquilo que mais desejaram fazer na vida, que possam encontrar suas possibilidades e potencialidades, bem como seu lugar no mundo para sustentar o desejo de viver atuando na profissão escolhida, principalmente meus antigos colegas de faculdade, agora colegas de profissão e da vida. E acima de tudo, serem grandes seres humanos para outros seres humanos. Que todos tenham um bom início de década, participando dela como diretores e protagonistas para que ela ocorra da melhor maneira, com toda a positividade que necessita. E, inspirados pelas campanhas de dois dos principais bancos do país, que possamos brilhar do nosso jeito, lutando a cada dia por um futuro cada vez mais humano.

Abraços a todos e um feliz início de década!

Happy New Year!.png

Sort:  

Parabéns, seu post foi selecionado pelo projeto Brazilian Power, cuja meta é incentivar a criação de mais conteúdo de qualidade, conectando a comunidade brasileira e melhorando as recompensas no Steemit. Obrigado!

footer-comentarios-2.jpg

Muito obrigado!

Feliz ano novo! Boas entradas 🎉🎉🎉

A todos nós, Pedro! Abração 🎉🎉