NOSSO LAR - Estudo: Parte 05

in #pt2 years ago (edited)

NOSSO LAR - Estudo: Parte 05


Estamos hoje no quinto capítulo do livro. Antes de começarmos, gostaria de contar aos amigos que estive ausente devido a uma viagem realizada agora, no período de férias, para visitar minha namorada, Letícia. Posso afirmar aos colegas que foi definitivamente as melhores férias de minha vida! Para os que gostam de minhas publicações, agradeçam também a ela, pois é quem me motiva a escrever e melhorar cada vez mais! :D

Seguindo com o tema, neste presente capítulo quinto do livro, André Luiz recebe a visita de Lísias, um ajudante do hospital. O novo amigo, após auscultar André, conta a ele sobre os mais de mil enfermos que residem naquele local de recolhimento, muitos deles em estado ainda mais grave do que André, pois carregam, em forma de enfermidades, todo o mal que acumularam para si durante a vida encarnada. André questiona se aquele lugar não era um "departamento celestial dos eleitos", e Lísias explica que não, ali era um local de assistência e trabalho, e havia felicidade em abundância, mas também havia dor, daqueles que necessitavam de ajuda. A maioria dos encarnados prefere a vida prazerosa, imediatista e ignorante a trabalhar pelo seu próprio bem estar futuro, e é por isso que encontramos tantos sofredores no mundo espiritual. Não é porque desencarnamos que deixamos para trás nossos vícios, nossos débitos e nossas imperfeições.

Lísias continua conversando com André, e conta a ele que seus males atuais não são por acaso, e que persistirão enquanto ele, André, continuar nos vícios e rancores do passado. Deve-se desfazer os germes de perversão oriundos do abuso do corpo terrestre, estirpar os descuidos morais e o egoísmo de querer se sobrepor aos outros, causando o mal. Nosso corpo físico é uma oportunidade de trabalho, retificação e aprendizado, pelo qual devemos zelar e agradecer.

Este capítulo do livro é muito agradável de se ler, e também muito forte. Nos da uma lição valiosa que nos convida à reflexão íntima e nos traz o desejo de aperfeiçoar-nos os hábitos físicos e mentais, pois não é apenas pela saúde física que devemos zelar, mas também da saúde mental. Uma alimentação ruim ou abusos em geral do corpo são tão maléficos quanto atitudes mentais perversas, como pensamentos maldosos, do estilo "jogar uma praga nos inimigos". Desde o hábito de reclamar da vida excessivamente a desejar o mal para um semelhante são maneiras de atrairmos para nós diversos tipos de mal estar. Já parou para pensar porque existem tantas doenças chamadas psicossomáticas? É uma questão a se refletir...

Buscando uma interpretação do capítulo, encontramos uma explicação para a origem de muitos males e doenças. Nós mesmos. A responsabilidade individual quanto ao nosso bem estar está intrinsicamente ligada ao nosso modo de vida, cabendo a nós mesmos a tarefa de mantermos nosso corpo e mente saudáveis. Não é questão de fazer dieta, devo reforçar, mas sim não abusar da sorte e levar nosso corpo e limites que ele não deveria ser obrigado a suportar, por mero prazer fútil ou hedonismo sem sentido.



📸 Asus Zenfone 4


Conheça: | @brazine | @brazilians | @camoes | @coiotes | @imagemvirtual | @msp-brasil | @ptgram-power |

Sort:  

Hahaha, com toda a certeza sua namorada o incentiva a escrever ainda mais!

Valeu Thomas! Legal que voltou de oásis.

obs: Com essa história de vários tokens, penso que seus conteúdos podem usar a tag #creativecoin sem problemas.

https://steemit.com/creativecoin/@isaria/what-types-of-creative-content-does-the-creative-coin-community-accept

Quanto ao texto, perfect. Você tem sabido extrair importantes lições de cada capítulo mesmo.

Mente sã, corpo são. E evolução contínua em todas as áreas. Nada mais do que o mínimo esperado de nós.

Posted using Steeve, an AI-powered Steem interface

Obrigado, amigo! Vou colocar essa tag nos posts pra ver no que dá, valeu pela dica! :D

Fico feliz que goste dos posts, é sempre importante receber um feedback, a propósito, bela citação, de quem é? :D

São duas citações, uma, oficialmente é:

Outra, a de evoluir em todas as áreas, seria um processo natural de quem vive de acordo com o fluxo do universo: constante evolução e crescimento. Tirei de alguma palestra de Helio Couto, mas, podemos encontrar algumas origens mais longínquas:

Provém, provavelmente, de duas ou mais parábolas bíblicas:

da parábola do Rico e Jesus, onde o rico diz que já cumpria todos os mandamentos, mas, algo dentro dele dizia que precisava / faltava alguma coisa. Ao perguntar ao Mestre, ouviu que deveria se desapegar de todas as riquezas e seguir Jesus. Mateus 19

da parábola dos 10 talentos, onde cada um dos servos recebeu a quantidade que poderia administrar, mas, teve um que ao invés de dar o seu máximo (mesmo que fosse menos máximo do que o máximo dos outros), enterrou o talento... Mateus 25

Também podemos pescar isso de alguns ensinamentos:

Quem ama seu pai ou sua mãe mais do que a mim não é digno de mim; e quem ama o filho ou a filha mais do que a mim não é digno de mim. E aquele que não toma a sua cruz e não me segue, também não é digno de mim. … (Mt 10)

Posted using Steeve, an AI-powered Steem interface

Muito interessantes e profundos esses ensinamentos! Se me permite a recomendação, encontrei um livro muito bacana intitulado "Dicionário das Citações" de Ettore Barelli e Sergio Pennacchietti, são umas 950 páginas com citações de diversos assuntos, é sensacional! Valeu! :D

muito bom mesmo ... :) parabéns

Posted using Steeve, an AI-powered Steem interface

Obrigado, amigo! :D

Se eu fosse comentar TUDO sobre esse post o meu comentário seria enorme (haha!), mas vou me limitar a dizer que você escreveu muito bem e faz a leitura ser fluida e agradável.

Posted using Steeve, an AI-powered Steem interface

Fique à vontade para comentar sempre e quanto quiser hahah! Agradeço o elogio, é um bom incentivo para continuar o trabalho! :D

This post was upvoted by SteeveBot!

SteeveBot regularly upvotes stories that are appreciated by the community around Steeve, an AI-powered Steem interface.